Decor – Vá de pinus

Hoje em dia o pinus ganhou lugar de honra na decoração mas a pouco tempo ele se limitava a ser matéria prima de pallets e caixas de feira. Não sei dizer se quem o trouxe até aqui foi a onda Eco-friendly que nos fez olhar sem preconceito para uma caixa de feira abandonada ou se foi o fato de  quase todos os DIY gringos serem feitos de pinus; talvez seja a disseminação do estilo escandinavo que nos faz desejar cada dia mais o branco total pontuado com essa madeira.

Mas eu me apaixonei mesmo porque ela é linda, gamei no seu tom claro amarelado e nos seus veios marcados pelos nós além de ser uma opção aos MDF amadeirados pelos quais tenho uma birra de arquiteta.

Pallet_Madeira_Macica_Pinus_Cor_Natural_Linha_Dactylo_dactylo_3

Mas não pense você que o máximo que o pinus pode te oferecer são jardins em caixas de feira, com criatividade é possível aplica-lo em tudo. Duvida?

um-apartamento-com-as-paredes-revestidas-de-pinus-sim-todas-elas-02Réguas de pinus aplicados na parede são uma ótima opção para quem não quer somente cor e prefere uma inovação. Aposto que você seria capaz de insta-las sozinha. O pinus é leve e de fácil manuseio e não há nada que o Youtube não possa te ensinar.

8d616ec66e09af33b1bcd2c1c96d4d34-590x885Combina-lo com cores vivas é sempre uma boa opção, seu tom é neutro o que te dá liberdade para se jogar no resto do ambiente. Viram como as 3 texturas diferentes fizeram um conjunto harmonioso?!

quarto-70-mc-3iCom a mesma ideia das réguas é possível fazer um cabeceira digna e moderninha para sua cama box.

vmete10150_nw_ambO home office também pode ser menos chato com ele

cc607-secoes53-01Essa prateleira de caixas são fofura instantânea para quem tem pouco espaço mas não abre mão de ter plantas em casa.

Posso querer tudo?

Vai casar? Onde buscar inspiração.

Acreditam que não comprei nenhuma revista de casamento durante todo o ano de organização do meu casório? Pois então; me virei com a infinidade de material que a internet oferece. Quase sempre buscava inspiração em sites e blogs gringos, afinal um casamento “meio gringo”  era tudo o que queria para mim. Atualmente já vemos muita coisa legal em terras brazucas mas esse é um movimento recente.

O Google está aí para que vocês se aventure (por sinal podem compartilhar os achados com a gente) mas resolvi fazer uma curadoria do que vi de melhor.

Sites nacionais

Lápis de Noiva   http://lapisdenoiva.com/

1

Esse é o lugar para encontrar inspirações de belos casamentos DIY e ao ar livre. Sou viciada nele e até hoje não deixo de dar uma passadinha para ver as novidades. As imagens são lindas e hora e outra as meninas postam ótimos DIY para as noivas mais habilidosas.

Vestida de Noiva   http://vestidadenoiva.com/

2 No Vestida de noiva você vai ver de tudo um pouco, dos casamentos mais clássicos aos mais descolados passando por Destination Wedding de tirar o fôlego.  Sempre da para ter várias ideias vendo os casamentos reais que são postados no blog.

Constance Zahn   http://www.constancezahn.com/

3

O forte da Constance são mesmo os casamentos clássicos mas também da pra ver de tudo por lá. O site traz uma ótima lista de fornecedores (que mesmo não cabendo no seu bolso valem a visita) que podem acabar te rendendo muitas ideias. Resumindo diria que é aqui onde você vai ver o maior número de casamentos que são a cara da riqueza.

Os gringos

Wedding Chicks   http://www.weddingchicks.com/

4Se você busca inspiração não pode dar o primeiro passo sem mergulhar nesse site. Veja tudo porque aqui você encontra um universo de opções e inspirações.

Style Me Pretty    http://www.stylemepretty.com/

5Para mim ele é o equivalente ao Lápis de Noiva e é, com certeza, aquele que faz meu coração bater mais forte. Amo os DIY e aqui você encontra os mais típicos casamentos criativos gringos. Vale muito a visita.

Por último e não menos importante…

Intimate Weddings   http://www.intimateweddings.com/blog/

6Como o próprio nome já diz o forte são casamentos pequenos cheios de alegria, imagens lindas e decorações fabulosas. Gostaria de me casar mais umas 4 vezes para colocar em prática tudo de inspirador que vi por aqui.

Viaje no Google, veja tudo, separe as inspirações por pastas (convite, decoração, iluminação, buquet …) isso vai facilitar sua vida na hora de tomar as decisões e voltem para falarmos mais sobre casamentos.

DIY-Mini Jardim

Estou em uma fase de plantas. Passo o dia tentando encontrar um cantinho novo para uma nova plantinha em casa e a solução sempre acaba sendo um mini jardim de suculentas. Fáceis de cuidas e estilosas essas pequenas guerreiras costumam sobreviver mesmo aos mais esquecidos.

Encontrei esse DIY em um site gringo e fiquei apaixonada. Super fácil de fazer e achei que a rusticidade do bloco de concreto casou perfeitamente com as plantas. Ainda não fiz o meu mas vou compartilhar antes disso, quem fizer também pode compartilhar com a gente usando a #bloginvejabranca

Você vai precisar de:

  • 1 bloco de concreto
  • Argamassa + água (segundo a indicação do fabricante)
  • Papelão e fita crepe
  • Palitos de churrasco
  • Pedriscos, terra e as suculentas.

Comece cobrindo um dos lados do bloco com o papelão e a fita crepe. Deixe tudo bem fechado para que a argamassa não vaze. Prepare a argamassa e despeje uma quantidade para fazer o fundo (espessura de 3cm aproximadamente)

_DSC7916

Quando a massa estiver firme, porém não seca, faça furos de 1cm de diâmetro para que a água possa escoar. Retire o fundo e aguarde secar completamente.

_DSC7919O seu vaso já está pronto. Para replantar as suculentas forre o fundo do vaso com pedriscos

_DSC7922

Coloque a terra sobre as pedrinhas (use terra comprada para garantir que não vem com insetos ou alguma contaminação nociva à planta).

_DSC7924

Use espécies diferentes de suculentas e mini cactos para formar um jardim interessante; você pode plantar temperos também.

_DSC7984_DSC8245 2

Apaixonante, não?!

Home Office – Inspirações para a vida real

Minha vida clama por ordem, e já nem me pergunto mais como chegamos até aqui. Há mais “bagulhos” que espaço, a casa é pequena demais para tudo o que eu e marido juntamos (por lazer ou por trabalho) fui achando que tudo tomaria jeito mas NÃO, se eu não pegar firme a coisa não anda.

Lá é o lugar onde trabalhamos então é meio injusto negligenciar logo esse espaço. Além do mais minha cabeça está pipocando de ideias que não consigo tirar no papel por pura falta de um espaço físico digno que nos abrigue e principalmente um lugar de onde eu não queira sair.

Resolvi parar de fazer a “casa de ferreiro, espeto pau” e colocar o nosso escritório como prioridade, em breve teremos um projeto oficialmente, por hora estou na fase de namorar as referências e analisar nossas necessidades.

Como eu e o maridão dividimos o mesmo escritório e ambos deixam muita coisa sobre a bancada então essa deve ser única, branca, livre de impedimentos. Mão francesa e uma prancha (cortada sob medida) de MDF branco resolve com louvor. Gaveteiros de aço branco podem ser colocados sob a bancada.

ultra-modern-white-home-office-with-Apple-products

Uma coisa não pode faltar, luz natural e uma boa iluminação artificial quando for necessário.

home17mimiandmegblog-com607455-ideias-para-decorar-um-home-office-2

Ordem é a única coisa capaz de ampliar um espaço reduzido. Caixas organizadoras, setorização, cores para identificar cada tipo de item e prateleiras…muitas prateleiras.

home-office-como-montar

Para delimitarmos o espaço de cada um algumas feminices do meu lado.

office5

home8

Produzo uma dúzia de croquis, escrevo dezenas de palavras que se referem a algum plano mirabolante, faço ao menos quatro listas por dia e guardo muitas imagens em um painel de inspiração. Tudo isso precisa estar visível e organizado, senão as ideias acabam morrendo na praia.

home9

Já não dá mais para dividirmos até a mesma cadeira ou “quebrar um galho” com a cadeira da mesa de jantar. Precisamos urgente de cadeiras ergonômicas e confortáveis, que se encaixem perfeitamente com o jeitinho de cada um.

home10

Já estou com uma vontade danada de ver tudo pronto e assim, finalmente, colocar todas as novidades do blog e da vida em ação.

DIY- Potes com tassel

Há vários meses (tantos que perdi a revista) a Casa Vogue trouxe uma matéria mostrando ideias de decor de diferentes países. Tudo lindo mas um em especial me chamou atenção. Eram potes dourados com um tassel preto na tampa. Guardei aquela imagem comigo e buscando ideias para reaproveitar algumas latinhas de bombons, tipo sonho de valsa, que tenho ela foi a escolhida.

Troquei o dourado pelo bronze, que ando apaixonada e coloquei a mão na massa.

Ps: perdoem-me as fotos mega toscas, vamos melhorando aos poucos.

O que eu usei:

  • Latinhas de bombom
  • Spray bronze
  • 2 botões grandes
  • 2 botões pequenos
  • 2 tassel (não encontrei o plural da palavra, será tasseis??)
  • Cola quente
  • Tinta preta (se os botões já forem preto não precisa)
  • Luvas de plástico

DIY_latas1Primeiro forrei o interior da lata para que a tinta não pintasse o lado de dentro e as bordas ficassem com um bom acabamento. Como meu botão não era preto precisei pinta-los de preto e para finalizar colei outro botão por cima. O ideal é buscar por um botão que já seja na cor e tamanho ideal, mas eu não encontrei então foi no tabajara mesmo. O botão precisa ser de pezinho para esconder a alça do tassel.

DIY_latas2

Após a pintura bem seca é só colar os adornos de tassel no centro da tampa.
latas-1

Ideias soltas para o dia dos namorados

Achei que iria passar sem falar mais nisso mas sabe como é, agente vai se contagiando com o clima. A desculpa do dia 12 é perfeira para caprichar na mesa, inaugurar mais presentes de casamento e jantar sossegada, sem pressa. Se você tem um namorado, marido e afins talvez queira caprichar também então selecionei algumas dicas soltas para serem adaptadas a sua realidade.

Não dispense o souplat

IMG_6034
Eles deixam a mesa com uma pegada “jantar de gala” e mesmo que você não tenha nenhum pode improvisar recortando em um papel bonito ou ainda usando forros pequenos redondinhos como na foto. Nas Xing Lings é possível encontrar versões baratex.

Capriche nos talheres
IMG_6056
Ainda que você só tenha os talheres do dia a dia selecione os mais novinhos, nada de garfos com dentes tortos ou facas manchadas. Vale até dar aquela caprichada na limpeza para deixa-los bem brilhosos.

Faça um jantar temático
IMG_3979
Sem paciência, tempo ou habilidade para cozinha? Leve para casa o jantar pronto daquele japonês delicioso. Nos Xing Lings é possível adquirir peças temáticas para a mesa, tudo bem baratinho. Capriche na forma de servir a comida e desfrute da noite sem precisar acender a chama do fogão.

Quer impressionar? Dobre os guardanapos de uma forma profissional
como-decorar-uma-mesa-de-jantar-1
Confere o post lá no Vamos receber ( http://www.vamosreceber.com.br/how-to-dobradura-de-guardanapos/ )  , por sinal esse site só tem belezuras.

Enfeite a mesa com flores naturais
IMG_4726
Mesmo aquele vasinho de flores do supermercado já deixa a mesa mais bonita. Troque-o de vaso, que nem precisa ser um vaso oficiamente, procure algo que possa acomodar a planta; é só olhar em volta, certeza que tem algo melhor que o vasinho de plástico.

E se você não tem namorado prepare uma noite de aperitivos e drinks para as amigas, porque não?! Já tomei muita cerveja e comi muito Doritos nesse dia, e garanto que é diversão garantida.

DIY – Abacaxi no decor

Apesar de estarmos quase no inverno um elemento bem tropical tem ganhado destaque na decoração. Velho conhecido de terras brasilis o abacaxi saiu do kitch para o hit. A moda veio da gringa, é fácil encontramos um abacaxi todo branco ou dourado na estante de alguma casa linda pelos blogs de decoração do mundo.
Deste a primeira vez que vi um desses fiquei apaixonada, achei uma ideia simples, descolada e divertida que da bossa mesmo aquele cantinho mais careta.
1e9cbcb2da7b0cf31a8561924b4bc973
pineapple
OSBP-Paper-Party-2015-Charlie-Juliet-Photography-28-320x448
horchow-pineapple-table-lamp
6a00d8358081ff69e201b8d110b6e4970c-800wi

E já que prefiro produzir a comprar fiz meu próprio abacaxi gringo com um item super manjado … a jarra da Grande Família. Impossível esquecer dela, né?!

Além da jarra voc~e vai precisar de:
Spray na cor que preferir (usei branco e dourado)
Faca (pegue uma velha e não arrume encrenca com a sua mãe)
Lona para forrar o local onde for pintar (spray espalha muito, cubra uma área grande antes de iniciar a pintura)

DIY_abacaxi1
Esquente a faca para arrancar a alça. Muito cuidado ao fazer esse processo, prefira uma faca com um corte ruim. Retire a alça com cuidado para não furar a jarra.

DIY_abacaxi2
É importante que a jarra esteja limpa e bem seca para que a tinta tenha aderência.

DIY_abacaxi3
Como escolhi pinta-lo em duas cores trabalhei com as partes separadas. O dourado cobriu com duas demãos já o branco precisou de quatro. Deixe secar na sombra e longe do vento para não grudar nenhuma sujeira.

DIY_abacaxi4
E meu abacaxi gringo foi decorar minha bancada do escritório.

E aí gostaram?

Mais sobre o casamento –

Foi fácil decidir não finalizar essa tag junto com o mês de maio, afinal me lembrei que ainda não falei um monte de coisas e que essa saga está longe de terminar.
Entre todas as histórias cheias de carinho a do meu bouquet é a mais significativa. Mais de um ano antes de saber que me casaria estavamos eu e marido (nesse momento ocupando o posto de namorado) passando por uma rua quando avistei um lindo pé de jasmim carregado de flores brancas. Era um terreno de onde acabara de ser demolida uma casinha antiga. O Jasmim estava lá no canto, provavelmente sua beleza o fez ganhar mais alguns meses de vida (ele acabou por ser arrancado tempos depois) Disse que queria uma muda porque quando nos casassemos meu buquet seria feito só de Jasmim. Namorido foi até lá arrancou a muda e fomos direto para a casa da minha vó, tem coisas que só vó faz por você.
Ela plantou e cuidou amorosamente da minha mudinha, e claro sorriu quando contei sua finalidade: Você inventa cada coisa, culpa da sua mãe que te da muita corda.
Um ano mais tarde foi a casa da minha vó que foi vendida e derrubada, mais uma casinha velha cheia de história que subumbira ao crescimento urbano ( e aqui fala uma arquiteta cheia de queixas sobre a forma como esse crescimento se dá) O Jasmim foi levado para casa nova mas lá logo perdeu os cuidados da sua cuidadora. Dessa vez foi minha vó quem foi engolida pelo preço do passar do tempo… enfim
Sem os cuidados dela o Jasmim não era o mesmo e mais de um ano após sua morte quando chegou a hora do casamento, e a seca brava que assolou a primavera ano passado, não havia Jasmim algum para o bouquet. Comprei algumas outras flores (desde sempre sabia que faria meu bouquet)  e fui à caça de alguns herois da resistência pelas praças da cidade. Juro, foi isso mesmo que fiz, “roubei” Jarmim pela cidade. Por uma causa nobre acho que fui perdoada.
Encontrei alguns bem poucos e voltei jururu para casa; foi o agora já quase marido, que compadecido pela minha voz tristonha quem encontrou e me trouxe uma penca bem bonita na manhã do casório. Só esqueci de uma coisa básica… jasmins são ultra delicados e caem só de olhar. Então na montagem do buquet era eu colocar um e cairem dois. Também esqueci de comprar a fita floral e fiz com fita crepe mesmo. Para o acabamento usei parte da barra do vestido na desculpa que era para combinar, mas a verdade é que a fita branca que deveria ter em casa sumiu no meio da bagunça pré casamento.
Não sobraram muitos Jasmins no bouquet somente o  bastante para levar minha vó alí bem pertinho de mim.
Além do mais achei que ficou lindo de todo jeito.
140
297
318

Segunda chance – Decor

Minha fama de “catadora” já se espalhou pela família (acho até que já falei disso aqui) mas eu prefiro pensar que tenho um olhar aguçado e um gosto pelo passado, o que tenho mesmo desde a época da escola. A verdade é que móveis velhos tem muito potencial para viverem subjulgados ou acabarem no lixão.
Fico de olho em tudo o que pode se transformar e esse é o trunfo para se decorar com móveis antigos sem parecer datado.
Use o móvel de um jeito diferente da sua função original, pinte-o com cores vivas, troque os puxadores por alguns modenos que farão um contraponto interessante. Faça isso em uma tarde de sábado como um projeto DIY e sinta o gostinho de ter em casa uma peça única.
5241b54d77d6e8119489f74419c27b1d
35384be81455127cabd508c8c6e8145b
cabinet-10
Minha paixão é enorme por esse barzinho.
b83cf5c085864e3a732562e4cf757881

Devo dizer que as caçambas já não andam mais tão convidativas, mas em vários pregões dá pra adquirir móveis para reformar ou ainda ficar de olho naquele criadinho da casa da vó. Vó não nega né, é só pedir com jeitinho.

Amor a primeira vista e um vestido

A essa altura vocês já devem estar pensando que sou uma noiva revolucionária do tipo rebelde e tal, mas não é nada disso, eu só queria algo que me encantasse e que coubesse no orçamento e não iria vender um rim para casar. Com esses limitantes eliminar os execessos foi fácil… e vamos ao vestido.
Escolher o vestido é a melhor parte de todas, afinal quando na vida temos chance de usar uma produção hollywoodiana assim? Modelos lindos de todos os tipos é o que não faltam, gloria ao papis do céu existe a China para salvar noivas classe C. Queria usar um vestido só meu, até porque não queria um vestido cheio de fluflu e renda, nem branco.
Sabia que encontrar um vestido off white para alugar ainda é uma missão impossível em Goiás? Quase não há opções e visto isso fui direto para os sites chinesses. Encontrei o Millanoo e lá achei pelos menos uns 5 modelos que amei, mas como a internet é um mundo de descobertas e lá no fundo tinha um sonho de usar um Vera Wang fiz a rica e fui ver alguns modelos na gringa, claro que encontrei o vestido mais lindo do mundo, aquele que parece ter sido feito especialmente pra você, que se não for aquele não será prefeito e é claro também que o vestido custava um pequena fortuna e o site não fazia entrega no Brasil. Foram algumas semanas para me libertar desse fato e voltar a escolher o vestido Xing lIng que seria meu look do dia.
Agora olha só como o universo é um romantico e ama um casamento, na última semana que tinha para pedir o vestido em tempo hábil fui lá dar uma espiada no Vera Wang apaixonante pra me despedir e ele estava de promoção, estrela nos olhos, emoção e festa interior… nem tudo estava resolvido, ainda precisava fazer o danado chegar no Brasil… não é que meu tio que mora por lá viria para o Brasil em Maio. Fala sério se não dei uma sorte danada.
4
2

Meu vestido chegou em Maio (me casei em Outubro) abri o pacote correndo vesti na mesma hora e foi a primeira vez que tive vontade de chorar. Por mim teria passado uns 3 dias com ele do tanto que é lindo e que era tudo exatamente como queria.
E me casei assim, ryca, phyna de Vera Wang.
169

Um vestido leve pedia um véu leve só de tule com camada dupla e nada mais, até hoje minha mãe não se conforma de eu ter usado um véu liso, enfim (alguém será contrariado, como já tinha dito) Você noiva já viu o preço do aluguel de um véu? Eu cai de costas quando vi e fui atrás de valorizar meu dindin que não é capim, comprei o tule off white com um leve brilho, um tule lindo por sinal, novinho, encorpado, 8m me custaram R$115,00, paguei R$ 50,00 para deixa-lo pronto. Um véu duplo de 4 metros para alugar seria R$800,00.
É assim com força de vontade e sem preconceito que uma Invejosa Branca se casa lacrando.

232

Com o convite nem gastei meu psicológico, que a essa altura já andava bem noiva (cansado, emocionado, nervoso e se sentido pobre), com o modelo inspiração salvo na pasta CASAMENTO (PS. crie uma na área de trabalho), horas no Corel Draw, boneco pronto, futuro marido feliz, fomos atrás do papel e dos detalhes de fechamento e tudo mais. Foi no que trabalhamos mais juntos, uma delícia. Por sinal ele descobriu a loja de papeis e agora já sabe ir passear lá. A Escrizam é tipo a Disneyland de quem gosta de cortar e colar. Para a montagem dos convites solicitei a melhor amiga. 150 convites e 300 convitinhos individuais me custaram 260,00 depois de prontos. Deu um trabalho danado, ficamos mais de um mês para finalizar a montagem mas valeu a pena.

10

Junto com o convite nasceu também a identidade visual e todos os impressos, plaquinhas de fotos, tags de presentes de padrinhos e madrinhas, o saquinho de pipoca (sim eu levei um pipoqueiro para a porta da igreja) plaquinhas das mesas (muito útil pensar em separar algumas mesas para ninguém ficar perdido em uma mesa sozinho, ou a turma não sentar toda separada) personalização dos guardanapos (que fiz junto com mamys) e os laços para as caixinhas de doce que cortei e montei um a um. Ufa!! Falando assim nem sei como dei conta de tudo isso.

503
504
541

Já é hora de pensar no ultimo capitulo, e vocês tem gostado de ouvir essas aventura? Semana que vem conto um pouco de tudo sobre a festa, os doces, os noivinhos do bolo e sobre a noiva que casou de unha estragada… voltem para saber porque.