Normal demais para ser “blogueira”

Hoje quando paro por 5 minutos para pensar o quanto já curti acompanhar vários blogs parece até que vivia em outro corpo. Já passei pela fase de fazer a ronda diária em todos os blog “da moda” de moda, desejar esse ou aquele look ou principalmente, desejar aquela vida. E é isso mesmo que elas estão vendendo ali, a pseuda possibilidade de se ter aquela realidade através de seus looks.

Eu posso até dividir em 10 vezes o Valentino de uma delas mas é provável que no meu pé ele se passaria por uma versão de R$ 199,90. Pior, poderia me render a uma bolsa “similar” (odeio esse termo bonitinho pra falsificado) Chanel 2.55 e sair  mentindo para mim. Se bem que dizem as más línguas que até elas fazer isso, né?! Mais um motivo que torna todo esse universo questionável na minha atualidade.

Ainda faço minhas leituras diárias inclusive passo por esses blogs de antes, vou atrás de inspiração que são transformadas para minha realidade. Aquele penteado que posso fazer sozinha, a maneira de reinventar o jeans de sempre, uma peça linda que posso produzir DIY. Mas também tenho curtido muito blogs de gente que tem vida normal, que paga pelas suas próprias roupas, que vai para Paris de classe econômica e compartilha dicas de restaurantes BBB (bom, bonito e barato), gente que divide suas emoções e dúvidas sobre a vida e que nos ajuda a responder as nossas questões com seus textos. É uma delícia ler sobre como a vida “comum” pode ser tão incrivelmente divertida. Eles me ajudam a ver o extraordinário na rotina ordinária e amiga; isso faz um bem danado.

Costumava sempre fazer essa pergunta quando me via em uma situação corriqueira: “Isso é glamour?” As vezes é sim.

Breakfast-at-Tiffanys-1600x1019_c

Melissa, somente pare!

A anos não compro uma Melissa. E claro que não tenho nada contra elas, sou da geração que comprava Melissa sem nenhuma pretensão fashion, só porque era linda e acompanhei a marca se tornar um fenômeno nacional iconoclasta do mundo da moda. (falei bonito demais agora). Só que junto com essa “evolução” a marca foi se tornando cada vez mais arte e menos sapato. Claro que essa é minha opinião, mas vejo agora uma série de modelos carregados de conceito mas distante do look do dia dos mortais; ou pior, quando a marca se propõe a fazer algo “usável” se limita a criar versões de modelos antigos com intervenções mínimas.

E porque estou raios estou falando sobre isso? É que ontem pipocou nas redes sociais as imagens da nova parceria da marca com Jeremy Scott (cuja coleção autoral é bem mais usável que sua Melissa).

140915-jeremy-scott-boot-590x282140915-jeremy-scott-mule-590x429Segundo Lillian Pacce as boots não serão comercializadas mas o Mules sim. Não que os Mules sejam feios, para um look piscina/praia caíram muito bem e menos ainda que a ideia do bico de inflar (qual o nome oficial disso?) tipo boia não seja conceitualmente super condizente com o material do sapato.

Mas será que só isso bastará para a decisão de compra dos consumidores “comuns” do tipo eu e você que não somos nenhuma blogueira de moda ultra exótica? Eu tenho certeza que não, mas e vocês?

Começo a semana sem nada para vestir

E não devo ser a única. Seja realmente ou  psicologicamente. Afinal tem dias em que os olhos adentram o guarda roupa mas não agradam de nada. Penso que a vida é ruim nesses dias (brincadeira).

Após uma faxina radical, demorada, adiada, desejada e difícil abri hoje o guarda roupa (atrasada, claro) sem saber se não tinha mesmo o que vestir ou se nunca tive. Afinal de contas, teoricamente, ficou somente o que amo muito ou é um curinga na produção e ainda assim me pareceu nada. Desde quinta feira, quando dei a sina por finalizada tenho exercitado minha criatividade e paciência, por incrível que parece foi um fim de semana de muitas produções e após matutar um bocado saí de casa pensando que fiz o melhor que podia (ou seja, não amei).

Na minha atual fase reflexiva só consigui pensar se sabia mesmo do que gostava, se havia mudado tanto ao ponto de não me reconhecer, se gastei mais grana errada do que sonha minha vã filosofia ou todas as opções anteriores. Não dá para negar que moda é uma parte indissociável da nossa vida, mesmo de saco cheio dela me vi tão imersa no seu universo nesses últimos três dias. Dor e delícia.

Sei que toda essa paranoia fashion é besteira e que logo logo vou me acostumar e voltar a amar minhas velhas novas peças, muitas redescobertas e já saídas do guarda roupa no fim de semana. Quando chegar a hora de adquirir as novidades espero saber exatamente o que quero, ou seria, quem sou?!

a-primeira-vez-4

Inveja Branca ou Vergonha Alheia.

Sou só eu que acho a Kristen Stewart sem sal nem açúcar? Mentira!!! Sou nada, um monte de gente acha também, afinal ela é mesmo. Me recordo de quando foi escolhida o rosto da Chanel e virou “queridinha” do Kaiser e metade do mundo não entendeu nada.

Enfim, verdade seja dita a moça calou minha boca ontem na Premiere do seu novo filme em Los Angeles. CA.

Tava linda com sal e açúcar em um macacão poderoso…

ooMeu lado perua já gritou: QUEROOOOOO!!!!! Afinal o danado do macacão é todo trabalhado na estampa e coberto de paêtes. PODER!!!

O lindo é Zuhair Murad Resort 2016 e convido a ver a coleção toda de cair o queixo.

A sentença de hoje é Inveja Branca com louvor.

Estilo fácil – Scarpin colorido

Hoje temos nossa segunda dica de estilo para dias de preguiça. O maior resultado com o mínimo de esforço é o que queremos em dias de criatividade negativa. Após apresentar o combo certeiro Jeans + Print felino aqui https://bloginvejabranca.wordpress.com/2015/08/12/estilo-facil-jeans-print-felino/  hoje é dia da mágica de um bom scarpin colorido.

Ele é versátil e adiciona pontos fashion deste ao jeans e camiseta, passando pelo total branco ou preto, cinza … e terminado no look com short ou bermuda. Para você aproveitar melhor o potencial de uma boa cor é importante que ela não esteja em nenhuma outra peça ou que contraste com a cor principal do look.

Pode acreditar sempre funciona.

Ficou fácil, né. Escolha sua cor preferida e teste combinações.

Estilo fácil – Jeans + Print felino

Já contei várias vezes que sou a pior pessoa do mundo para acordar cedo já contei também que isso é um problema para minha montação produção diária; apesar de tudo isso há dias em que acordo com vontade de sair bancando a fashionista.

Nessas horas tiro da cartola combinações fáceis que rendem um resultado imediato. Essa semana me vi usando esse truque e  pensei que é uma ótima tag. Afinal bom mesmo é compartilhar dicas possíveis.

Começaremos com o Jeans + Estampa de onça. Essa dupla é imbatível no quesito fashionismo. Pode ser calça jeans e sapato de onça, camisa jeans com saia estampada de onça, calça de onça e colete jeans… não importa qual a peça. Misture tudo e seja feliz.

EOH-Animal-Print-victoriatornegren

FONTE     blogdathassia.com.br/

FONTE
blogdathassia.com.br/